Notícias


Bahia: combate à Covid-19 inclui doação e testes nas empresas


As indústrias de calcário estão auxiliando no combate à Covid-19. Ações internas e junto às comunidades buscam reduzir o contágio da doença em vários estados. Exemplo disso vem do Sindicato da Indústria de Mineração de Calcário, Cal e Gesso do Estado da Bahia (Sindicalba).

Totens dispersores para álcool gel foram doados à Prefeitura de São Desidério. A doação partiu da empresa Mineração do Oeste. "Estamos instalados no município e fizemos a ação dentro de nosso programa de responsabilidade socioambiental", afirmou Sérgio Pedreira de Oliveira Souza, dirigente da empresa e presidente do Sindicalba.

Os totens foram instalados em locais de grande movimentação de pessoas, como a recepção da Secretaria Municipal de Assistência Social (SAS) e do Hospital e Maternidade Nossa Senhora Aparecida. Cada totem comporta 3,5 litros de álcool. O acionamento por meio de um pedal libera porções do álcool em gel para higienização das mãos, um dos itens de maior preocupação quanto à contaminação.

"Recebemos um grande fluxo de pessoas, principalmente vindas da zona rural e também por conta da quantidade de serviços prestados", explicou a secretária da SAS, Vandréia Mendes, por meio da Assessoria de Comunicação da prefeitura. "Será útil aos pacientes e funcionários municipais no trabalho de prevenção", disse o secretário de Saúde do município, Adriano Almeida.

"A empresa está ciente da sua responsabilidade e desta forma contribui com o município nessa situação atual de pandemia", destacou o supervisor administrativo da Mineração do Oeste, Érico Botelho.

Testagem

Internamente, a Mineração do Oeste integra um programa em parceria com o Sesi. A ação busca a conscientização dos trabalhadores. Há treinamento com distribuição de cartilhas, verificação de temperatura e medidas de afastamento social na área de trabalho.

Sérgio Pedreira relata que o programa inclui a testagem de todo o pessoal e verificação de riscos. "Assim a indústria age no sentido de garantir qualidade de vida a seus colaboradores e à comunidade em geral", declarou.

O presidente da Abracal, João Bellato Júnior, reforçou a importância de ações desse tipo, visto que grande parte dos registros ocorre sem que o paciente apresente sintomas – os chamados assintomáticos. O tema foi pauta da última reunião da entidade, no final de junho. "O cenário requer ações de todos no sentido da busca pela preservação da vida", afirmou.


Data: 03/07/2020
Fonte: Assessoria de Imprensa - Abracal
Voltar


Rua 3, nº 1.896 - Centro
Rio Claro/SP - CEP: 13.500-162
Telefone (0xx19) 3524-3509
E-mail: abracal@terra.com.br